segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Palavras pequenas, palavras...

Palavras ao vento - Cássia Eller


Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina, paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será
Palavras, apenas
Palavras pequenas
Palavras

Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será
Palavras, apenas
Palavras pequenas
Palavras, momentos
Palavras palavras
Palavras palavras
Palavras ao vento

Ando por aí querendo te encontrar
Em cada esquina paro em cada olhar
Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar
Que o nosso amor pra sempre viva, minha dádiva
Quero poder jurar que essa paixão jamais será
Palavras, apenas
Palavras pequenas
Palavras, momentos
Palavras palavras
Palavras palavras
Palavras ao vento
Palavras, apenas, apenas
Palavras pequenas
Palavras

Link: http://www.vagalume.com.br/cassia-eller/palavras-ao-vento.html#ixzz2FJ06Jl6U


----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Palavras apenas, palavras pequenas, palavras ao vento, palavras...

Palavras
Palavras denotam a dor?
Palavras expressam o sentimento mais íntimo?
Palavras mostram a luta interior?
Palavras são só palavras
Pequenas palavras
Palavras
Deixo a tristeza, trago a esperança em seu lugar
A esperança que palavras jogadas ao vento me tragam alento
Que palavras me tragam a paz
Que palavras resultem em auto-conhecimento,
Palavras expressas em versos sem sentido me ensinem
A enfrentar a ansiedade de se viver
Só palavras?
Tantas palavras?
Nenhuma palavra.

Palavras pequenas pra exteriorizar o que vai em um coração
Repleto de alegria, porém ansioso
Uma antítese que toma conta do meu ser
Ser ou não ser, eis a questão?
Não exatamente ser, pois isto já sou
Mas exatamente como ser, esta é a questão
Palavras que tentam traduzir sensações da alma

Palavras
Sementes de paz e guerra
Palavras
Amo as palavras
Odeio as palavras
Palavras de amor, afeto, carinho, doçura
Palavras de dor, tristeza, inveja, cobiça
Palavras que alentam
Palavras que destroem
São só palavras
Palavras que entram fundo como uma espada
Palavras que reviram e remexem
Revolucionam o introspecto

Escrevo palavras pra tentar explicar
O que não pode ser explicado
Palavras pra tentar dizer o que nem eu sei ao certo
Palavras, apenas palavras

Palavras
Palavras falei
Palavras pensei
Palavras efetivei
Palavras imaginei
Palavras senti
Palavras são verdadeiras?

Palavras me induzem ao erro
Palavras me atraem à perdição
Faladas, escritas, citadas, mencionadas
Palavras me levam ao paraíso
Palavras me trazem prazer incomensurável
Palavras me levam a sentir o amor

Palavras não são leituras fiéis do coração

Dúvidas?
Fato?
Realidade?
Verdade?
Vontade?
São apenas palavras?

Palavras...
Pequenas palavras
Grandes resultados
Guerra ou paz
Em poucas palavras

Palavras...

By Jamil Júnior











terça-feira, 27 de novembro de 2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Palestra aos alunos do IFSC

Home  Notícias  Legislação sobre Açougues e Entrepostos
Banner
Legislação sobre Açougues e EntrepostosPDFImprimirE-mail
Alunos do Curso Técnico em Agroindústria participaram no dia 22 de agosto de uma palestra ministrada pelo Médico veterinário Jamil Correia da Silva Júnior, que é Responsável Regional pelo Serviço de Inspeção Estadual. Esta palestra faz parte das atividades integradoras realizadas pela Unidade Curricular Vivências no Setor da Agroindústria, ministrada pelas professoras Eliane M. Z. Michielin e Manoela Alano Vieira.
A Legislação estadual que regulariza a atividade em indústrias de alimentos, em entrepostos e açougues, as atividades permitidas e proibidas a cada um destes estabelecimentos e a criação de entrepostos no município de Xanxerê foram assuntos da palestra.
A palestra, alertou os alunos sobre a importância de um profissional capacitado para a inspeção de  produtos de origem animal, assegurando produtos de qualidade higiênico-sanitária, preservando a saúde do consumidor e evitando doenças transmitidas por alimentos.
Material enviado por Eliane Maria Zandonai Michielin e revisado por Graziela Sombrio e Margarida Hahn. Ticket #67.
 

PALESTRA PROFERIDA EM PONTE SERRADA

PONTE SERRADA
Saiba o que acontece no município
24/08/2012
|
Reunião vai instruir mercadistas quanto ao manuseio adequado de carnes e derivados


Manusear adequadamente carnes e derivados, garantindo a segurança e a saúde do cliente, é foco de um encontro marcado para a próxima quinta-feira, dia 30, na Câmara de Vereadores de Ponte Serrada. Na ocasião, mercadistas de Ponte Serrada, Passos Maia e Vargeão terão a chance de tirar dúvidas e corrigir possíveis erros do dia-a-dia.

A reunião será ministrada pelo palestrante Jamil Correia da Silva Junior, veterinário da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). O encontro poderá durar até três horas. Além das orientações, Jamil também deverá abrir espaço para que os participantes façam questões e eliminem dúvidas sobre o assunto.

O evento está sendo organizado pela Vigilância Sanitária de Ponte Serrada, através da Secretaria de Saúde do município. “Faz tempo que a gente estava tentando agendar esse encontro, porque sempre surgem algumas dúvidas durante o trabalho nos açougues, entrepostos e sobre legislação”, comenta a fiscal da Vigilância no município, Dieini Ribeiro.

Segundo ela, a presença dos profissionais que atuam na área é fundamental para que o comércio da região não cometa irregularidade e venha a ser punido no caso de uma fiscalização da Vigilância. “Vai ser a oportunidade para esclarecer todas as dúvidas, podendo corrigir algumas falhas que às vezes passam despercebidas”.

Apesar de ser direcionada aos mercadistas, a palestra será aberta a quem tiver interesse de participar.

Texto: Jhonatan Coppini

FONTE:  http://www.radionamba.com.br/arquivos_internos/index.php?abrir=informativos&acao=conteudo&categoria=5&id=6143

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

LONG LIVE FOR US!!!


Long Live Paula Fernandes
Lembrei desse sentimento
Gritando dentro de nós
Éramos todos meninos
E em cada um vivia uma paixão

Como na cena de um filme
Vencemos pesadelos
Enfrentando os dragões
Criados por nossos medos
Fruto da imaginação

De frente a uma nova era
Na onda de uma canção
Nós construímos história
Mente, alma e coração

Long live the walls
We crashed through
How the kingdom lights shined
Just for me and you
I was screaming long live
All the magic we made
And bring on all the pretenders
One day we will be remembered

I said remember this feeling
I passed the pictures around
Of all the years that we stood there
On the side-lines wishing for right now

We are the kings and the queens
You traded your baseball cap for a crown
When they gave us our trophies
And we held them up for our town

De frente a uma nova era
Na onda de uma canção
Nós construímos história
Mente, alma e coração

Long live the walls
We crashed through
How the kingdom lights shined
Just for me and you
I was screaming long live
All the magic we made
And bring on all the pretenders
I'm not afraid

Long live all the mountains we moved
I had the time of my life
Fighting dragons with you
I was screaming long live
The look on your face
And bring on all the pretenders
One day we will be remembered

Hold on
Just spinning around
Confetti falls to the ground
May these memories break our fall

Lembrei do momento
Que fiz promessa pra nós dois
Pintando o nosso destino
Puro e simples, pleno
E sem fim

Que fosse assim
Sem um "goodbye"
Fosse pra sempre um "cheguei"
O sonho que construímos
Me vi feliz, eu te achei

Será muito mais
Que achar
Será muito além
Que pensar

Long live the walls
We crashed through
I had the time of my life with you

Long, long live the walls
We crashed through
How the kingdom lights shined
Just for me and you
I was screaming long live
All the magic we made
And bring on all the pretenders
I'm not afraid

Singing
Long live all the mountains we moved
I had the time of my life
Fighting dragons with you

Long, long live
The look on your face
And bring on all the pretenders
One day we will be remembered 
Vida Longa Paula Fernandes Revisar traduçãoCancelar 
Lembrei desse sentimento
Gritando dentro de nós
Éramos todos meninos
E em cada um vivia uma paixão

Como na cena de um filme
Vencemos pesadelos
Enfrentando os dragões
Criados por nossos medos
Fruto da imaginação

De frente a uma nova era
Na onda de uma canção
Nós construímos história
Mente, alma e coração

Vida longa aos muros
Pelos quais passamos
Como as luzes do reino brilhavam
Só para nós dois
Eu gritava "vida longa"
Toda a mágica se fazia
E trazia todos os fingidores
Um dia se lembrarão de nós

Eu disse "lembre-se desse sentimento"
Passei as fotos para todos
Todos os anos que ficamos lá
Nas fronteiras, esperando por esse momento

Somos os reis e rainhas
Você trocou seu boné de baseball por uma coroa
Deram-nos nossos troféus
E os levantamos pela nossa cidade

De frente a uma nova era
Na onda de uma canção
Nós construímos história
Mente, alma e coração

Vida longa aos muros
Pelos quais passamos
Como as luzes do reino brilhavam
Só para nós dois
Eu gritava "vida longa"
Toda a mágica se fazia
E trazia todos os fingidores
Não tenho medo

Vida longa às montanhas que movemos
Eu me diverti como nunca
Lutando contra dragões com você
Eu gritava "vida longa"
O olhar no seu rosto
E trazia todos os fingidores
Um dia se lembrarão de nós

Aguente
Só girando
Confete cai no chão
Que essas lembranças diminuam o impacto da queda

Lembrei do momento
Que fiz promessa pra nós dois
Pintando o nosso destino
Puro e simples, pleno
E sem fim

Que fosse assim
Sem um "adeus"
Fosse pra sempre um "cheguei"
O sonho que construímos
Me vi feliz, eu te achei

Será muito mais
Que achar
Será muito além
Que pensar

Vida longa aos muros
Pelos quais passamos
Eu me diverti como nunca com você

Longa, vida longa aos muros
Pelos quais passamos
Como as luzes do reino brilhavam
Só para nós dois
Eu gritava "vida longa"
Toda a mágica se fazia
E trazia todos os fingidores
Não tenho medo

Cantando
Vida longa às montanhas que movemos
Eu me diverti como nunca
Lutando contra dragões com você

Longa, vida longa
O olhar no seu rosto
E trazia todos os fingidores
Um dia se lembrarão de nós


http://www.vagalume.com.br/paula-fernandes/long-live-traducao.html#ixzz22XQO3EE5

terça-feira, 17 de abril de 2012

ASSIM, BRASIL, VOCÊ ME MATA!

Pra onde vai a cultura?
Pra onde vai o conhecimento?
O que estamos deixando pro futuro?
Analise os fatos:
A Luíza vai pro Canadá e por causa de uma simples propaganda, vira celebridade.
Celebridades instantâneas. Do jeito que vem, vão.
Big Brother Brasil prepara-se para sua 13ª versão. Não tem facebook ou Twitter que derrube o IBOPE deste programa.
Michel Teló já gravou 3 versões do clássico de Vivaldi, regido por Thaicovscky, "Ai se eu te pego". Tem até uma versão com a participação do Maroon Five.
A família "Para Nossa Alegria" teve participação especial no programa da Eliane, neste Domingo, na TV.
E o futebol?
Este sim, a maior fábrica de distraídos deste país continua forte, em vento e popa, levando toda uma nação a se desligar do que realmente interessa.
É a política do pão e circo. Fácil num país de distraídos. Num país onde as pessoas se distraem por qualquer coisa, fogem da realidade, preferem valorizar coisas fúteis. Fácil.
É por isto que neste momento, tem um político roubando o meu, o teu, o nosso dinheiro. Neste momento tem uma licitação fraudulenta acontecendo, tem um dinheiro ilegal sendo negociado. Neste momento o nosso dinheiro está sendo consumido pelos impostos. Neste momento estamos pagando imposto sobre imposto. Neste momento estou sustentando políticos corruptos e todos os que não trabalham neste país e dependem de bolsas. Bolsa família, bolsa luz, bolsa água, bolsa escola. Bolsa "uhuhu... ganhei mais um voto!"
E os que se esforçam e batalham sustentam os corruptos e os vadios. Triste Brasil.
Enquanto a nação assiste BBB, jogos de futebol e vídeos fúteis do You tube, "Para nossa tristeza" milhões de crianças pedem dinheiro nos semáforos ou passam fome catando lixo para sobreviver, outros mihões se arrastam com menos de um salário mínimo por mês, inúmeras pessoas morrem em filas de hospitais ou gastam o que tem em remédios, isso sem contar que a educação do país vai de mal a pior, com professores mal pagos e alunos mal ensinados.
Teríamos mesmo motivos "Para Nossa Alegria"? Será que ir para o Canadá vai resolver nossos problemas? Então a solução está no BBB? Talvez o caubói bonzinho vai doar tudo o que ganhou aos que necessitam? Ou será que a rede globo vai? Talvez a musica do Michel teló venha confortar as dores e resolver a miséria deste país: "Assim você me mata.". Sim, de fome você me mata, de desmoralização você me mata, de desumanidade você me mata, de corrupção você me mata.
Assim, Brasil, você me mata! Ai se eu te pego...

By Jota Júnior




segunda-feira, 2 de abril de 2012

XANXERÊ - SC. VAMOS CONHECER?


(Foto: Site do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina)

Continuando com nosso passeio pelo Brasil, em busca de cidades que ainda não conheçamos, voltamos hoje a Santa Catarina para conhecer Xanxerê, municpio localizado a oeste do Estado, distante 500 km de Florianópolis, sua Capital. 
Com uma população de, aproximadamente, quarenta e cinco mil habitantes, é conhecida como "a capital do milho", cuja produtividade é destaque nacional, sendo sua economia básica voltada para o setor primário já que, alem do milho, conta com o plantio de feijão, soja e trigo, com destaque também para a criação de bovinos, suinos, aves e ovinos, além da apicultura, considerável fonte de renda para o Município.


Região favorável à plantações, modelo fundiário formado por milhares de pequenas propriedades, integradas com a agro-indústria, acaba por favorecer o surgimento de pequenas indústrias e empresas prestadoras de serviços, de onde resultam elevados níveis de produtividade. Por tudo isso, apresenta, hoje, um bom crescimento em todos os segmentos industriais, comerciais e de prestação de serviços, o que a torna referência para toda a região. 

(Praça Tiradentes - Foto: www.tudosobrexanzere.com.br)
Sua localização favorece o comércio via Mercosul, gerando interesses dos investidores do Oeste Catarinense. Sede da Associação dos Municípios do Alto Irani, é uma das cidades Pólo de Santa Catarina e uma das cidades que mais cresce no Estado.

(Igreja Matriz - Foto: www.tudosobrexanxere.com.br)

Sua cultura, predominantemente italiana e alemã, deve-se aos imigrantes dessas nacionalidades, chegados  através da migração gaúcha, no início do Século XX.

(Foto: Maicon Gazziero)
Na área de turismo, com boa estrutura no setor, Xanxerê atrai seus visitantes com suas cascatas escondidas no meio da mata, com a a abundância de recursos naturais e com sua cultura indígena - o Posto Indígena de Xanxerê, uma reserva florestal habitada por índios kaingangs, guaranis e xoklengs, estes últimos fabricantes de arcos, flechas, cestas e balaios, vendidos no local. Outro atrativo turístico é  a Casa da Cultura Maria Rosa.
As tradições gaúchas também fazem parte da cultura dos moradores de Xanxerê que, orgulhosamente, preserva as tradições herdadas de seus antepassados através de vários CTGs (Centro de Tradições Gaúchas). O CTG Espelho da Tradição realiza anualmente um Rodeio Interestadual, além de Fandangos tradicionalistas, festas que homenageiam as etnias e demostram  integração dos povos e a preservação de seus costumes e de suas tradições.

(Museu do Milho - Foto: Site do Instituto Brasileiro de Museus)

Conta sua História que Xanxerê era habitada por índios guaranis e kaingangs até o início do Século XX, quando alguns fazendeiros estabeleceram-se na região, iniciando o ciclo da madeira e da criação de gado. Tempos depois, o deslocamento de imigrantes do Rio Grande do Sul trouxe descendentes de italianos e alemães para o local, uma área disputada entre o Brasil e a Argentina. 

(Artesanato indigena - Foto: Delfin Martins)

Xanxerê, na língua indígena, significa "Campina de Cascavel", numa junção dos termos "xãxã" (cascavel) com "rê" (campo, campina). Um nome curioso para uma cidade que vale bem a pena conhecer... Vamos visitá-la?


EXTRAÍDO DO BLOG:

quinta-feira, 29 de março de 2012

ANIVERSÁRIO DE NAMORO EVANDRO & GABI

E DAQUI A ALGUNS DIAS - CASADOS!!! FELICIDADES!!!
AMO VOCES, MEUS QUERIDOS!!!

PARA PARA PARADISE!!






ParadiseColdplay
When she was just a girlShe expected the worldBut it flew away from her reachSo she ran away in her sleep
And dreamed of para-para-paradisePara-para-paradisePara-para-paradiseEvery time she closed her eyes
Ooohh
When she was just a girlShe expected the worldBut it flew away from her reachAnd bullets catch in her teeth
Life goes onIt gets so heavyThe wheel breaks the butterflyEvery tear, a waterfallIn the nightThe stormy nightShe closed her eyesIn the nightThe stormy nightAway she flied
And dreamed of para-para-paradisePara-para-paradisePara-para-paradiseWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
She dreamed of para-para-paradisePara-para-paradisePara-para-paradiseWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
La-la-la-la-la
Still lying underneath the stormy skiesShe said oh-oh-oh-oh-oh-ohI know the sun's set to rise
This could be para-para-paradisePara-para-paradiseThis could be para-para-paradiseWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
This could be para-para-paradisePara-para-paradiseThis could be para-para-paradiseWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Ooohh
This could be para-para-paradisePara-para-paradiseThis could be para-para-paradiseWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Ooohh, oohh... 
ParaísoColdplay

Quando ela era apenas uma garotaEla tinha expectativas com o mundoMas isso voou além de seu alcanceEntão ela fugiu em seu sono
E sonhou com o para-para-paraísoPara-para-paraísoPara-para-paraísoToda vez que ela fechava os olhos
Ooohh
Quando ela era apenas uma garotaEla tinha expectativas com o mundoMas isso voou além de seu alcanceE balas foram pegas com seus dentes
A vida continuaFica tão pesadaA roda corrompe a borboletaCada lágrima, uma cachoeiraNa noiteNa noite de tempestadeEla fechou os olhosNa noiteNa noite de tempestadeEla voou para longe
E sonhou com o para-para-paraísoPara-para-paraísoPara-para-paraísoWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Ela sonhou com o para-para-paraísoPara-para-paraísoPara-para-paraísoWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
La-la-la-la-la
Ainda deitada debaixo do céu tempestuosoEla disse oh-oh-oh-oh-oh-ohEu sei que o sol está pronto para nascer
Isso poderia ser o para-para-paraísoPara-para-paraísoIsso poderia ser o para-para-paraísoWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Isso poderia ser o para-para-paraísoPara-para-paraísoIsso poderia ser o para-para-paraísoWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Ooohh
Isso poderia ser o para-para-paraísoPara-para-paraísoIsso poderia ser o para-para-paraísoWhoa-oh-oh oh-oooh oh-oh-oh
Ooohh, oohh ...




sexta-feira, 16 de março de 2012

Fernando Pessoa: Amamos a ideia que fazemos de alguém...


Nunca amamos alguém. Amamos, tão-somente, a idéia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso - em suma, é nós mesmos- que amamos.
Isto é verdade em toda a escala do amor. No amor sexual buscamos um prazer nosso dado por intermédio de um corpo estranho. No amor diferente do sexual, buscamos um prazer nosso dado por intermédio de uma idéia nossa.(...)
As relações entre uma alma e outra, através de coisas tão incertas e divergentes como as palavras comuns e os gestos que se empreendem, são matéria de estranha complexidade. No próprio ato em que nos conhecemos, nos desconhecemos. Dizem os dois 'amo-te' ou pensam-no e sentem-no por troca, e cada uma quer dizer uma idéia diferente, uma vida diferente, até, porventura, uma cor ou um aroma diferente, na soma abstracta de impressões que constiui a atividade da alma. (...)
Fernando Pessoa
http://pensador.uol.com.br/frase/MTUyOTY3/ 

GRANDE É O NOSSO DEUS E AS OBRAS QUE ELE FAZ




Falar Com Deus

Novo Tom

Na oração encontro calma,
Na oração encontro paz
Orar a Deus faz bem à alma,
Falar com Deus me satisfaz
Falar com Deus, que privilégio
Abrir a alma ao Criador
Sentir que os céus estão abertos
E ouvir a voz do Salvador
Grande é o nosso Deus
E as obras que Ele faz
O Seu amor não tem limites,
Em Seu perdão encontro paz
Falar com Deus é o que preciso,
Pois Ele é fonte de poder
Só Nele a vida faz sentido,
Pois me dá forças pra viver
Grande é o nosso Deus
E as obras que Ele faz
O Seu amor não tem limites,
Em Seu perdão encontro paz
Na oração encontro calma,
Na oração encontro paz
Orar a Deus faz bem à alma,
Falar com Deus me satisfaz
Orar a Deus faz bem à alma,
Falar com Deus me satisfaz
Falar com Deus me satisfaz

quarta-feira, 14 de março de 2012

COMO PODE O PEIXE VIVO VIVER FORA DA ÁGUA FRIA?

Como pode o peixe vivo viver fora da água fria?
Como pode o peixe vivo viver fora da água fria?

Como poderei viver?
Como poderei viver?

Sem a tua, sem a tua, sem a tua companhia.

(música popular)

terça-feira, 13 de março de 2012

VIVER

VIVER

Viver é um agrado
Viver é agradar-se
Viver é agradar aos outros
Viver é não conseguir agradar-se nem a si, nem aos outros. É viver sem agrado.

Viver é importar-se consigo mesmo
Viver é importar-se com o seu próximo
Viver é saber que poucos se importam o quanto você se importa consigo mesmo ou com seu próximo

Viver é amar, ou pelo menos tentar
Amar a si mesmo
Amar aos outros
Viver é tentar amar o amor que você não vive

Viver é uma dúvida
Viver é agradar? Viver é importar-se? Viver é amar?
Duvidar da capacidade de se amar?
Duvidar de capacidade de ser amado?
Viver é a capacidade de duvidar do amor

Viver é vazio, é completo, é repleto
É vazio de certezas
É completo de dúvidas
É repleto de sentimentos
Viver é sentir que o vazio precisa estar completo de sentimentos

Viver é compreensão
Viver é compreender a si mesmo
Viver é ser compreendido
Viver é compreender que o mundo não consegue te compreender

Viver para si é egoísmo
Viver para os outros é altruísmo
Como viver para os outros sem antes viver a si mesmo?
Viver para os outros sem viver a si mesmo é mentira
Viver para si sem viver para os outros é solidão

Viver é verdade
Viver é ver
Ver que viver de verdade é mera falsidade
Viver é a falsidade de não querer ver a verdade

Viver de verdade? Viver para si? Viver para ver?

Quem viver verá!

By Jota Júnior




quinta-feira, 8 de março de 2012

MULHERES - IGUALDADE DE DIREITOS. E A ESSÊNCIA FEMININA?

DIA INTERNACIONAL DAS MULHERES - HOJE! 08 DE MARÇO


Antes de tudo, a homenagem mais especial é pra primeira mulher de nossas vidas. Aquela que nos amou desde quando eramos apenas embriões em formação, que nos manteve com carinho e amor por 9 meses dentro dela mesma e que cultiva esse mesmo amor hoje por nós. Obrigado mãe, a mulher da minha vida. Te amo demais. Você é força constante e presença essencial para minha vida.


Estava lendo sobre o que ocorreu nesta data. Mulheres operárias de uma fábrica de tecidos, nesta data em 1857 se revoltaram por terem que trabalhar 16 horas e ainda ganharem um terço do salário dos homens. Então ao reivindicarem seus direitos foram todas queimadas vivas. Foi um marco tão grande pra história que se tornou a data de homenagem a elas.

Isso me fez pensar em várias coisas. Em aspectos psíquicos, o que tem a mulher de diferente do homem? Pode mesmo a mulher ser igual ao homem? Isso vai realmente fazer bem a elas? Será que todas as conquistas das mulheres até hoje foram boas ou ruins afinal? A feminilidade está se perdendo com o tempo? Toda esta revolução pela igualdade é mesmo favorável?

Não sou machista, muito menos feminista, mas acho que também não sou tão parceiro assim da ideia da igualdade. Como podemos tornar igual gêneros que foram feitos para serem diferentes? A mulher tem suas peculiaridades que a fazem singular e muito diferente dos homens. O seu olhar das coisas, a sua percepção diferenciada e aguçada, a sua doçura ao falar e ao se comportar e a sensibilidade que nenhum homem jamais alcançará.

Acho que houve uma confusão de valores. A mulher vivia em casa, aprisionada como escrava do lar, responsável por cuidar dos deveres domiciliares, da refeição, da vestimenta e dos filhos. Nem mesmo podia escolher o seu parceiro e por muitos anos foi obrigada a casar-se sem amor, vítima de interesses. É claro, muitos destes aspectos eram totalmente opressores e depreciativos, além de serem extremamente preconceituosos colocando a mulher num patamar inferior.

A mulher não foi criada para ser inferior, muito menos superior, mas sim igual. Foi retirada da costela, do lado do homem, para não ser nem a cabeça nem os pés. Para estar no mesmo nível. Talvez o que a humanidade fez foi abusar justamente da sensibilidade dela para a oprimir e reprimir, sabendo que seria mais fácil do que aos homens. E também tem o contexto da sociedade patriarcal, onde os homens mandavam, os homens dominavam. Até hoje e eternamente teremos reflexos disto em nossa sociedade.

E então, a mulher lutou, e pouco a pouco tem conquistado o seu espaço. Elas têm buscado a cada dia ser mais e mais semelhantes aos homens, ou eu diria melhor, o mundo tem tornado cada vez mais homens e mulheres mais semelhantes. Isto é muito bom, perfeito! Ou não... Depende do aspecto a ser considerado.

Pensando no aspecto profissional. A mulher conquistou hoje o mercado de trabalho, não totalmente, mas está ampliando a sua participação e buscando a sua independência. Isto é interessante. E com isto abandonou o seu contexto histórico de trabalhos no lar. E hoje eu pergunto a elas? Foi bom? Foi ruim? Não sei. Não sou mulher para entender, mas como homem posso dizer que não tenho o mesmo tato que elas para lidar com os trabalhos que anteriormente eram "imposições" da sociedade a elas. Nós homens até tentamos fazer o trabalho delas, mas nunca fica igual, sempre falta aquele toque especial e feminino que o homem nunca entenderá.

Pensando sobre esse avanço feminino. Hoje temos o principal cargo político de uma nação ocupado por uma mulher, um exemplo de igualdade, a nossa "presidenta" Dilma Russeff. Mulheres na política são menos corruptíveis que os homens, segundo estudos. E temos mulheres em toda parte, mulheres lutadoras, mulheres motoristas de caminhões (e até de carros de corrida!), as mecânicas, as operadoras de máquinas pesadas, mulheres em toda parte. A mulher conquistando espaço tipicamente masculinos. Aliás, não há espaços masculinos, isso é machismo. Há espaço para o ser humano, para o bicho homem.

E a família? Considero o papel da mulher como um baluarte de força dentro da família, de integridade, de amor, de carinho, e base essencial para a educação dos filhos. Mas penso, com esta saída delas para o mundo, como fica a educação dos filhos? Como e quem dispensa horas de atenção aos filhos? Poderia ser o homem, é claro. Atividades familiares e de educação têm que ser compartilhadas. Mas, mulheres, me respondam? É igual? Creio que não.

Me pego rindo. Me diz. Quando você machucava o pé ao pisar numa pedrinha, a quem você saia gritando quando era criança. Não consigo conceber uma criança nesta hora gritando pelo pai. Sempre me vem a mente aquele grito desesperado por: MÃAAAAAAAAE!!! Atitudes instintivas da criança. Por que? Será que não ama a seu pai? Não é isto! É porque todos nós sabemos que neste ser feminino encontramos alento para nossas dores e palavras dóceis nesta hora, quando o que importa não é a ferida (talvez nem tenha machucado), o que importa é a maneira com ela chega até você e a consideração singular dela pelo seu problema.

Mulher, é o momento de equiparação. Sem sombra de dúvida! Mas não é o momento de perder a essência, o sabor feminino, o cheiro feminino, o toque feminino, o ser feminino. É o momento de receber os mesmo direitos dados aos homens sim, mas não o momento de abandonar direitos tipicamente femininos, como o da maternidade. Na verdade, quanto mais as mulheres buscam a igualdade de direitos, mais deveres elas têm por consequência, pois somam-se os naturais delas mais os alcançados, que antes eram só dos homens.    E isto talvez venha justificar a grande taxa de mulheres com depressão, estresse, acumulando funções e tentando fazer sozinhas o que antes era compartilhado.

Mulheres à luta. Conquistando o mundo, mas sem perder sua essência!

E... não só hoje é o dia delas. Todos os dias são dias das mulheres. Hoje é apenas um dia de homenagem, de lembrança, e é claro, o comércio adora estas datas! Capitalismo selvagem... ô ô ô....

By Jota Júnior




segunda-feira, 5 de março de 2012



“Escrever é enfiar um dedo na garganta. Depois, claro, você peneira essa gosma, amolda-a, transforma. Pode sair até uma flor. Mas o momento decisivo é o dedo na garganta."
Caio Fernando de Abreu.

Andarão dois juntos se não estiverem de acordo?

Acaso andarão dois juntos se não estiverem de acordo? Amós 3:3
Parei pra pensar sobre isto. Como encaramos um relacionamento? Será que em um relacionamento você deve mudar as ideias do outro, ou será que você deve ceder às ideias do outro?
Consideremos que alguns relacionamentos são um encontro maluco. Duas pessoas com ideias radicalmente diferente de mundo se encontram. E uma paixão toma conta e se deixam envolver. A paixão é perigosa, ela é um fogo ardente que passa, que se apaga muito rapidamente. E quando a paixão passa, sobra o que se chama de amor. Amor não vê diferenças, tudo suporta.
Se há amor, há aceitação, alguém cede e o outro suporta muitas coisas, ou muda alguns de seus hábitos pra se adaptar. É uma forma de aceitação, são peças de um quebra-cabeça tentando se conectar, mesmo diferentes se encaixam.
Mas sem amor, não dura. Se não estiverem de acordo não adianta, não dura. A paixão vai embora, e quando vem a realidade não conseguirão andar juntos numa mesma direção, se estiverem em sentidos contrários.
Mas é possível encontrar alguém totalmente de acordo com você? Talvez seja utopia pensar que sim. Sonho meu. Sonho seu. Sonho nosso. A outra metade da laranja? A alma gêmea? A tampa da panela. Tenho visto muitos casais unirem-se sob este conceito... Mas com o tempo a laranja fica amarga e vai se tornando em bagaço, a alma gêmea vai mostrando suas diferenças nem tão gemelares assim. A tampa ao se esquentar com o fogo vai deixando de se encaixar completamente. Estamos prontos para encarar o aparecimento das diferenças? E como vamos lidar com as diferenças?
Uma coisa é fato e tenho visto. Algumas coisas tem mesmo que ter em comum. Existem conceitos pessoais e ideias que você dificilmente mudará. Há coisas que foram forjadas em nosso caráter e que não mudam mais. São a sua base de existência, a sua razão de viver, são parte do seu eu.
Egoísmo? Não ceder nestes pontos seria mesmo egoísmo? Sinceramente, penso que não. Não é estar pensando apenas no próprio nariz. Este é você, é o que você realmente é. Pode tentar mudar; você vai sofrer, não vai conseguir mudar, e se mudar somente para agradar ao outro e sem amar a si antes de tudo, de nada vale. Mudar para o outro e esquecer de você mesmo. O amor começa em amar-se a si mesmo e por consequência amar ao outro. Ninguém dá o que não tem. Esquecer a sua essência? Desacredito!
E não existe nem existirá em todo o mundo alguém completo para você. A pessoa que é apresentada na sua frente terá defeitos, diferenças, qualidades, dons totalmente diferentes dos teus. O que temos que prestar atenção é o quanto estamos dispostos a aceitar estas disparidades e o quanto estamos dispostos a penetrar no mundo e na individualidade desta pessoa para compreender estes traços de sua personalidade.
Quando convivemos com alguém, ou mesmo em um relacionamento, conhecemos o âmago da pessoa, e passamos a entender o porquê de ela manifestar determinado comportamento. E pelo amor vem a vontade de ajudá-la a mudar. Mas daí vem a seguinte questão. A pessoa quer mudar? Será que isto precisa mesmo ser mudado? Talvez este comportamento seja bom. Teria eu capacidade e seria eu a pessoa adequada para ser um agente transformador de outrem? Tenho pensado muito nisto. É um campo minado, arriscado, onde uma  bomba pode explodir a qualquer momento.
Mas tudo é feito com boa intenção, é claro que você não quer prejudicar a quem está ao teu lado. Jamais se percebe a realidade, de fato, do que se está fazendo. O sentimento de afeto profundo e o desejo de ter alguém mais parecido com você encobre e tapa os olhos, ludibriando, enganando. Te faz feliz, mas muitas vezes você não percebe que está cutucando males muito profundos daquela pessoa.
Acordo. Palavra difícil de se alcançar. Precisa força de vontade. Aceitação de diferenças profundas e bem estabelecidas. Precisa de carinho, afeto, paixão sim... mas sobretudo precisa de amor... Amor? Palavra muito mais profunda e sem definição cabível em qualquer texto. Acordo precisa de amor. Amor precisa de acordo.
Dois juntos. Juntos em que? Juntos quando? Juntos como? A conclusão é óbvia. Em tudo. Fácil? Não, de jeito nenhum. Mas pelo menos unidos em um propósito, buscando uma mesma causa, ou ligados em um objetivos em comum. Quando um destes fatores não é mútuo, não adianta. Você pode persistir, mas sem base nada se sustenta. Um castelo de areia. A primeira onda leva tudo. Juntos sim, mas com colunas firmadas em forte concreto e aço inoxidável. A construção desta coluna leva tempo, não é de um dia para o outro. Engana-se quem pensa que um firmamento é levantado em um curto espaço de tempo. Não, ele denota tempo. E paciência.
Paciência. Outra palavra. Ansiosos não conhecem a paciência. Querem tudo pra ontem. E no mundo moderno, que difícil ser paciente! Sem paciência não tem aceitação, não tem acordo, não andam juntos. É fato.
Amor.
Andar juntos.
Aceitação.
Paciência.
Propósitos

Dois não andaram juntos se não houver aceitação, paciência e propósitos.

By Jota Júnior.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

VIDA: TSUNAMI OU LAGO TRANQUILO?

Ideias soltas.
Pensamentos disconexos.
É como canta Paula Fernandes: "Um turbilhão de sensações dentro de mim".
Tudo se revoluciona como num pós tsunami.
Sou mesmo o que sou?
As coisas era melhores antes ou depois do tsunami?
Será que esta onda gigante traz algum ensinamento?
Seria melhor ter corrido e fugido da onda gigante?
As vezes é preciso se molhar e quase se afogar pra entender que é bom nem chegar perto das ondas altas.
É preciso aprender que não se muda o curso de uma onda com sua própria vontade. Se ela vem vindo em sua direção, se ela é grande e vai te encobrir, não adianta tentar mudar sua altura, força, comprimento, intensidade. Ela simplesmente vem. E duas coisas podem acontecer: Você enfrenta a onda e suas consequências (boas ou ruins? Não sei) ou você corre, foge, escapa. Não se mete com o que você não pode.
Fugir? Tenho pensado sobre fugir. Fugir é bom ou é ruim? Devia eu apenas fugir da onda?
Aprendi a não fugir. Sempre foi mais fácil, mas é covardia. Você não vive, você desvive, você regride. Pelo medo de passar por determinada situação, você simplesmente escapa delas.
E daí é fácil dar desculpas: "Ah, odeio isto" ou "Ah, odeio aquilo" ou "Prefiro me afastar" ou "Eu decidi ficar na minha".
E nisto você fica na sua mesmisse lacustre, como patinhos boiando ao sabor do vento num lago triste e parado, onde não há fluxo de água.
E as emoções? O mar traz emoções, ondas fortes trazem emoções... O tsunami também trouxe emoções. Com certeza. Estar no mar é colocar-se ao risco dos tsunâmis. Boas ou ruins? Depende. Tudo é relativo. O que é bom pra mim, é péssimo pra você.
E então? Ficar no lago passivo e suscetível, fugindo de fortes ondas? Ou buscar o mar com suas emoções, encarando a força das ondas? O que vale a pena? O que dá prazer em viver?
Optei pelo mar bravo. Foi terrível? Foi sim, mas é nessas horas que você aprende a nadar. E se nadar não ajudar, é nessas horas que você aprende a se virar e entende que é bom gritar pedindo ajuda. Qualquer bóia lançada, qualquer corda lançada vale a pena. Pra se agarrar com vontade, reconhecendo que não é bom nadar sozinho, que você sempre precisa de um guarda-vidas por perto.
Disconexo. Totalmente diconexo. Nota zero em redação. Mas a sua cabeça tem pensamentos conexos? Parabéns. Os pensamentos vem soltos, quebrados, desconectados. Ao colocá-los na forma de ideias é que unimos uma na outra e formamos o que chamamos de VIDA. Isso. A vida é feita de pensamentos disconexos transformados em ideias, que por sua vez são colocadas em prática.
Tentando conectar:
Tsunamis - turbilhão - fuga - enfrentamento - tranquilidade - paz.
E tentando formar com isto o que se chama de vida.

By Jota Júnior

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

TE DEVORO!!!




Eu Te Devoro

Djavan

Teus sinais
Me confundem
Da cabeça aos pés
Mas por dentro
Eu te devoro,
Teu olhar
Não me diz exato
Quem tu és
Mesmo assim
Eu te devoro...
Te devoraria
A qualquer preço,
Porque te ignoro,
Te conheço,
Quando chove ou
Quando faz frio,
Noutro plano
Te devoraria
Tal Caetano
A Leonardo DiCaprio...
É um milagre,
Tudo que Deus criou
Pensando em você,
Fez a via-láctea
Fez os Dinossauros,
Sem pensar em nada
Fez a minha vida
E te deu,
Sem contar os dias
Que me faz morrer,
Sem saber de ti
Jogado à Solidão,
Mas se quer saber
Se eu quero outra vida
Não! Não!
(Repetir a letra)
Eu quero mesmo é viver
Pra esperar, esperar
Devorar você...(2x)
Viver, viver
Pra esperar você,
Quero viver
Pra esperar você,
Quero esperar você...