quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Construa uma casa, forme uma família e se junte ao que chamamos de sociedade. 
Trabalhe, se esforce e compre satisfação pessoal mentindo a si próprio que tudo isso é suficiente.
Viva uma vida de crenças, esperanças e conquistas, a vida é linda... De nascimentos a funerais.
Invente todo tipo de distração para evitar aquilo que está diante dos seus olhos, pobre espécie de raciocínio logico, turvo e incrivelmente cansativo. 
Erre, acerte, se importe e retenha coisas boas. 
Permita e invista naquilo que julga bom ou necessário.
Aproveite todo o tempo que puder, desenvolva atividades prazerosas, crie seu próprio lazer.
Ame, ame-se, engane-se, acredite em alguém, mas não confie.
Cuide-se, mantenha seu corpo saudável, tenha bons hábitos.
Preserve algo, aprenda e seja o mais feliz possível.
A vida tem seu lado futilmente simples. aproveitar é não pensar muito, não procurar sentidos. Sentidos não existem... São coisas que levam o homem a loucura.



by Adriano Cólvero